quinta-feira, 20 de dezembro de 2007

Promessas de Ano Novo

E é assim que é, decidi. Mesmo que ninguém concorde comigo vou cortar os cabelos e pinta-los de cor-de-rosa. Vou comprar calcinhas brancas e fitinhas vermelhas. Vou comprar passagens de avião para passar o fim-de-semana na Bahia. Vou parcelar no cartão de crédito roupas novas para os dias de férias. Vou emendar a música eletrônica das madrugadas de sexta-feira com a ioga das manhãs de sábado. Vou aprender a gostar de música eletrônica e vou me matricular na ioga. Também vou fazer suco de tangerina no liquidificador para acompanhar as batatinhas com casca e alecrim. Vou esticar a minha canga no meio do parque e tomar sol de biquini e shorts. E vou ganhar marcas de sol estranhas nas pernas. Vou andar de patins pra lembrar como se cai. Vou escrever durante as madrugadas e acordar cedo para ir às aulas novamente. Vou dormir à tarde e esperar o despertar. Vou pra Cuba, Colômbia, Peru, Equador, El Salvador, Santo Domingo y Puerto Rico (no ritmo da música). Vou tomar um porre, vou tomar friagem, vou tomar café. Vou andar descalça, vou falar palavrão, vou gritar de raiva. Vou entrar no mar, vou cortar meu pé, vou bater o cotovelo na quina da estante. Vou fazer dieta, vou comer merengue, vou dizer “amo você”.Vou morrer de rir, vou chorar de emoção, vou abraçar apertado. Vou acreditar na vida e em suas razões. Vou plantar uma árvore, vou passar vergonha, vou cumprir os prazos. Vou conhecer gente especial e amar com força. Vou odiar mamão por mais um ano e, por mais um ano, vou gostar de arroz-doce com muito leite-condensado e raspinhas de limão.

2 comentários:

Ana disse...

Amiga, queremos tantas coisas iguais. Mas somos tão diferentes quando o assunto é mamão, que eu adoro. A mesma coisa pro arroz-doce que, eca, não posso sentir o cheiro! Mesmo assim, quero, no ritmo da música, viajar para todos esses cantos com você. Ah, e pro Acre também.
Que venha mais um ano!

Nana disse...

Que venha! Com ou sem mamão, com ou sem arroz doce. Com as meninas de lá...